Helga Fontes - a primeira pessoa vacinada hoje em Cabo Verde contra a COVID-19

Campanha de vacinação contra COVID-19 começa hoje em Cabo Verde, num acto de lançamento oficial onde seis profissionais da saúde receberam hoje a primeira dose.

Logo cedo esta manhã por volta das 10h30 de hoje, Cabo verde deu início à campanha de vacinação contra a COVID-19 com a vacina da Pfizer, começando com os profissionais da saúde, que estão da linha de frente no combate à pandemia.

A primeira pessoa a ser vacinada é a Enfermeira Helga Fontes, que com muita emoção afirma “É uma honra para mim  poder ser a primeira paciente a receber a 1.ª dose da vacina da Pfizer, contra a Covid-19 e há muito que esperava este momento. “Aconselho a todos a aderirem à campanha de vacinação porque “vacina é vida”.

Helga Fontes, de 63 anos de idade, que é uma enfermeira experiente e trabalha num centro de saúde localizado num dos bairros mais populosos da capital do país, pede às pessoas para analisarem o “risco e benefício” desta vacina para depois tomarem a decisão correta. “Vacina tem mais benefício do que risco” afirmou.

 “O dia 18 de março é um dia marcante para os profissionais de saúde e para Cabo Verde, uma vez que a Covid-19 “não tem tratamento, a única salvação é a vacina”.

Ana Manuela, Tecnica de saúde uma das seis pessoas a receber hoje a primeira dose de vacina contra a COVID-19

Ana Manuela, é outra profissional de saúde  que foi vacinada foi contratada para trabalhar nos hospitais de campanha e depois passou a trabalhar na realização dos testes. Hoje, foi uma das seis profissionais de saúde a serem vacinadas.

“Um ano de COVID-19, ainda não fui contaminada e agora com a vacina sinto-me muito mais segura. Quando fui contactada para receber a vacina senti esperança. Porque mundialmente muitas pessoas estão a morrer e eu tive esse privilégio, muitas pessoas não aceitam ser vacinadas. Eu disse sim, vacina é vida”, sublinhou.

No lançamento da campanha, esta manhã, um grupo de 6 profissionais de saúde, que inclui médicas, enfermeiras e auxiliares de serviços foram vacinados. Amanhã inicia-se a vacinação em todo o país para os restantes profissionais de saúde, tal como previsto no Plano Nacional de Vacinação. Segundo o Primeiro Ministro de Cabo Verde, Cabo Verde pretende  aumentar nas fases seguintes o nível de cobertura da vacinação visando cobrir 70% da população até finais de 2021.

“Neste momento, todas as ilhas estão em processo de receberem as vacinas. O processo iniciar-se-á em todas as ilhas amanhã com os profissionais de saúde, assim como está planeado no Plano Nacional de Vacinação. São vacinas da Pfizer que começaram a ser ministradas. Esperamos que, como temos em mente, poder nas fases seguintes, aumentar o nível da cobertura das vacinações para podermos imunizar a nossa população até finais de 2021”, afirmou o Primeiro Ministro de Cabo Verde.

Cabo Verde recebeu o primeiro lote de 24,000 doses de vacinas contra a COVID-19 da AstraZeneca no dia 12 de Março de 2021 e 5,800 dozes da Pfizer, no dia 14 de Março de 2021, no quadro do Mecanismo da #COVAX co-liderada por Gavi - Vaccine Alliance, a Organização Mundial da Saúde (#OMS) e a Coalition for Epidemic Preparedness Innovations (CEPI), em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância  #UNICEF e o Banco Mundial. A COVAX faz parte do Acelerador de Acesso às Ferramentas COVID-19 (ACT), uma colaboração global inovadora para acelerar o desenvolvimento, a produção e o acesso equitativo aos testes, tratamentos e vacinas COVID-19.

O plano nacional de introdução e vacinação contra a COVID-19 em Cabo Verde, que foi aprovado em Fevereiro pelo Governo, prioriza os profissionais de saúde, pessoas com doenças crónicas, idosos, professores, profissionais hoteleiros, ligados ao turismo e das fronteiras, polícias, militares e bombeiros.

Para o efeito, Cabo Verde precisa de de 267.293 doses" da vacina para a população alvo prioritária, num total de 111.372 pessoas.

Entidades da ONU envolvidas nesta atividade
UNICEF
Fundo das Nações Unidas para a Infância
OMS
Organização Mundial da Saúde