A nossa equipa em Cabo Verde

Dr. Daniel Kertesz

Daniel Kertesz

OMS
Representante da OMS Coordenador Residente a.i
 
Daniel Kertesz tem trabalhado com a Organização Mundial de Saúde desde 1997. Recentemente, o Dr. Kertesz foi Representante da OMS em Tailândia (2016-2021) e de 2012-2016 em Moçambique. Durante este período, ele foi destacado para servir como Representante da OMS a.i. em Serra Leoa (Agosto 2014-Março 2015) para liderar as atividades da OMS de resposta ao Ébola no país. De Julho a Dezembro de 2015, foi destacado para a sede da OMS para desempenhar o cargo de Director do Equipa do projeto que se tem dedicado à reforma do trabalho da OMS em situações de emergência.
O Dr. Kertesz iniciou a sua carreira na OMS no Mali, onde foi responsável pelas atividades de erradicação da poliomielite e o Programa Alargado de Vacinação. Prosseguiu este trabalho como Líder da equipa de imunização com a OMS/Angola, e depois como Representante da OMS na Guiné Bissau e Gana.
Antes de se juntar à OMS, o Dr. Kertesz foi Chefe da Divisão de Doenças Respiratórias em Canadá. O Dr. Kertesz é um médico especializado em Medicina Interna e Doenças Infeciosas. Tem um mestrado em Epidemiologia pela London School of Hygiene and Tropical Medicine e é membro do Royal College of Physicians and Surgeons of Canada.”
Ana Touza

Ana Touza

FAO
Representative
 
É doutorada em Ciências Sociais pela FLACSO (Faculdade Latino-americana de Ciências Sociais, Costa Rica) e possui um Mestrado em Desenvolvimento Rural (Instituto de Estudos Sociais, Universidade Erasmus, Holanda). Ela liderou um estudo sobre a transição agrária e exclusão social dos agricultores hondurenhos e um estudo sobre as lacunas socioeconómicas nos municípios rurais mais pobres das Honduras para se alcançar os Objetivos de Desenvolvimento do Milénio.
Como especialista em género, ela fazia parte da equipa de campo das Honduras, além de estudar as mulheres maias na Guatemala e as mulheres Miskito e Lenca nas Honduras. Trabalhando para o Programa Alimentar Mundial ela ocupou cargos de liderança como Diretora e Coordenadora do Programa (Honduras), Coordenadora de um programa-conjunto da RBA em Moçambique (ganhou o Prémio de Melhores Colaborações da RBA no terreno) e Consultora Regional (para 9 países da América Latina e do Caribe).
Ana Laura Touza alcançou os objetivos programáticos com os mais altos níveis de implementação, incluindo abordagens inovadoras, como sistemas básicos de rastreabilidade de grãos e ferramentas de auto-avaliação para organizações de agricultores que foram disseminadas e adaptadas como ferramentas do Programa Alimentar Mundial.
Represente Residente do Banco Mundial

Eneida Fernandes

BM
Representante Residente para Cabo Verde
 
Eneida Fernandes, de nacionalidade Americana/Brasileira, foi nomeada como Representante Residente do Banco Mundial para Cabo Verde para exercer o cargo apartir de 1 de Julho de 2020.
A Sra. Fernandes tem mais de 20 anos de experiência no desenvolvimento internacional, dos quais os últimos 11 anos foram com o Grupo do Banco Mundial. Desde então, ocupou vários cargos em África e na América Latina, sendo a sua missão mais recente, como Especialista Sénior do Sector Privado na Região da África na Prática Global de Finanças, Competitividade e Inovação. A sua experiência recente inclui implementação de operações integradas de emprego e desenvolvimento económico e soluções de consultoria para os países na América Latina e África, centradas no desenvolvimento do sector privado e da cadeia de valor (turismo e agronegócios), Empreendedorismo e desenvolvimento das PME, facilitando um Ambiente Regulatório e Política para Empresas e Investimentos.
Antes de se juntar ao Grupo do Banco Mundial, a Eneida ocupou vários cargos técnicos e de gestão no sector da hotelaria e desenvolvimento turístico nos EUA e no Brasil.


 Dr. Amado de Andrés

Dr. Amado de Andrés

ONUDC
Representante do Escritório Regional do UNODC para a África Ocidental e Central (ROSEN)
 
 
Em 15 de Fevereiro de 2021, o Director Executivo do UNODC nomeou o Dr. Amado de Andrés (Espanha) para o cargo de Representante, Escritório Regional do UNODC para a África Ocidental e Central (ROSEN), a partir de 1 de Março de 2021. O Dr. de Andrés leva à sua nova missão uma vasta experiência substantiva e gerencial relevante em desenvolvimento,negociação,implementação e monitorização dos programas de assistência técnica do ONUDC, bem como na construção e manutenção de parcerias estreitas com todos os intervenientes relevantes no governo, nas Nações Unidas em geral, no sector privado e nas organizações da sociedade civil.

Antes da sua nova missão, o Dr. de Andrés foi Representante do Escritório Regional do UNODC para a África Oriental (ROEA). Nesta função, negociou e implementou programas substanciais para contribuir com o avanço do trabalho do UNODC na região e posicionou efectivamente o ONUDC no contexto da Reforma do Sistema de Desenvolvimento das Nações Unidas.

O Dr. de Andrés juntou-se ao UNODC em 2004 como Director do Programa em Dakar no Escritório Regional para a África Ocidental e Central no Senegal (ROSEN). Desde então, ocupou vários cargos dentro do ONUDC, incluindo: Representante do Escritório Regional para a América Central e Caraíbas no Panamá (ROPAN); Responsável da Equipa da América Latina e Caraíbas; e Oficial de Controlo de Drogas e Prevenção do Crime com a mesma equipa na sede do ONUDC em Viena.

Anteriormente, o Dr. de Andrés trabalhou para a Missão das Nações Unidas no Kosovo (UNMIK), o Banco Mundial, a Comissão Europeia e a Samsung.

Amado é doutorado em Direito Internacional pela Universidade de Michigan, EUA e tem mestrado em Administração Pública pelo Colégio da Europa, Bélgica. É fluente em inglês, francês e espanhol e tem um conhecimento de português.
Diretora Regional Adjunta UN Women

Florence Anne Raes

ONU Mulheres
Diretora Regional Adjunta
 
Florence Raes junta-se à ONU Mulheres - África Ocidental e Central como Diretora Regional Adjunta em Agosto de 2020. Antes de assumir o cargo no Escritório Regional da ONU Mulheres em Dakar, Florence Raes desempenhou o cargo de Representante da ONU Mulheres na Argentina, no Paraguai e em Moçambique desde 2012.
Sua experiência anterior como líder de equipe e gestora sénior de programas na ONU Mulheres e na União Europeia concentram-se no na Africa do Norte, no Médio Oreinte, no Brasil e nos países do Cone Sul com enfoque na igualdade de género, boa governanção e macroeconomia. Nesse âmbito, apoiou a iniciativa de orçamentos sensíveis ao género, empreendida em Cabo Verde com o apoio do Sistema das Nações Unidas entre 2011 e 2012.
Florence Raes coordenadou programas de pesquisa internacionais para a Oxfam International, para o Instituto de Estudos de Desenvolvimento e para a a Fundação Ford e prestou serviços de assessoria técnica à ONU Muheres em várias regiões. No início de sua carreira, foi Pesquisadora Associada em Ciências Políticas na Universidade de Bruxelas.
Florence é de nacionalidade belga, mestre em Relações Internacionais pela Universidade de Bruxelas e mestre em Estudos Latino-Americanos pela Universidade de Londres. Ela é fluente em francês, holandês, inglês, português e espanhol.
Ngone DIOP

Ngoné Diop

UNECA
Directrice , Bureau Sous-Régional pour l'Afrique de l'Ouest
Mme Ngone DIOP est la Directrice du Bureau sous-régional de la CEA pour l'Afrique de l'Ouest , basé à Niamey, Niger, couvrant les 15 pays d'Afrique de l'Ouest. Mme Ngone DIOP est Economiste ; Expert en élaboration de politiques ; Expert en genre et économie avec plus de 20 ans d'expérience et des antécédents dans la formulation de politiques axées sur les résultats et des conseils sur la réduction de la pauvreté, le développement inclusif, l'égalité des sexes et l'autonomisation des femmes ; et le dividende démographique.
Avant sa nomination en tant que Directrice sous régional , Mme Diop était Chef de l'Égalité des genres et de l'autonomisation des femmes à la CEA, au cours de laquelle elle a dirigé la formulation et la mise en œuvre d'outils innovants, de recherches politiques et de services consultatifs sur mesure axés sur les résultats aux États membres d’Afrique.
Avant la CEA, elle a été conseillère principale du ministère britannique du Développement international auprès du gouvernement du Rwanda, après le génocide, au cours duquel elle a dirigé la conceptualisation et la mise en œuvre effective de politiques et de programmes transformateurs pour la reconstruction socio-économique du Rwanda ; l'égalité des sexes et l'autonomisation des femmes, qui ont été reconnues par le gouvernement comme une contribution énorme aux résultats transformateurs du Rwanda, y compris en matière d'égalité des sexes.
Alors qu'elle dirigeait les travaux sur la pauvreté, la croissance et les OMD au PNUD, à New York, Mme Diop a dirigé des travaux politiques innovants sur la croissance économique, le développement, les inégalités, ainsi que le lien entre cette trilogie et la réalisation des objectifs du Millénaire pour le développement (OMD) avec des volets d'appui et de renforcement des capacités qui ont profité à 56 pays, dont la majorité étaient africains. Mme Diop a été conseillère technique régionale des finances publiques de la Banque mondiale, programme de sensibilisation à la budgétisation sensible au genre pour l'Afrique de l'Ouest et du Centre ; Ses autres postes principaux incluent chercheur, analyste économique ; Maître de conférences en économie à l'Institut d'économie et de gestion de Dakar, Sénégal. Elle a également été directrice de cours sur le genre et l'économie à l'IDEP.

Mme Diop est titulaire d'une maîtrise en économie de l'Université d'Aix Marseille 3, France et d'un 3e cycle en recherche économique/études approfondies en économie, à l'Université Aix-Marseille 2, France. Mme Diop est du Sénégal.
Veronique Zidi-Aporeigah

Veronique Zidi-Aporeigah

UNV
UNV Escritório Regional Office, Africa Ocidental e Central Ponto Focal para Cabo Verde
Veronique Zidi-Aporeigah tem quase 25 anos de experiência com o Sistema das Nações Unidas, nomeadamente trabalhando para o PNUD, DPKO e UNV. Antes de sua posição atual, ela exerceu o cargo de Coordenadora Adjunta de Programa na Seção de Programa da Paz (2015-2018), Gestora Sénior de Portfólio (2011-2015) e Especialista de Programa (2004-2011) na Sede da UNV em Bonn. De 1996 a 2004, apoiou os países em situações de emergência pós-conflito e missões eleitorais na qualidade de Gestora de Programa. Serviu igualmente como voluntária da ONU no Camboja, Moçambique, Ruanda e África do Sul.
Veronique Zidi-Aporeigahtem mestrado em Gestão de Desenvolvimento e bacharelado em Relações Internacionais.