Em Cabo Verde soluções inovadoras para responder à pandemia da COVID-19 são destaque na Revista Africa Innovative do PNUD

Projetos de dois jovens inovadores caboverdianos destacados, entre as cinquenta melhores em Africa, na resposta à COVID-19.

As soluções tecnológicas SPD Drone Service e Gilera Cheio For the Market Women, dos jovem cabo-verdianos Érico Pinheiro e Moisés Freire, foram escolhidas e destacadas pela revista online Africa Innovates como duas entre as cinquenta soluções africanas mais inovadoras para enfrentar a Covid-19 no continente africano. Esses projetos inovadores são promovidos e financiados pelo PNUD Cabo Verde através da sua iniciativa Accelerator Lab.

O SPD -Drone project é uma solução tecnológica para apoiar a luta contra a disseminação do COVID-19, nomeadamente na desinfestação de ruas bem como para prover serviços de logística e agricultura.  O projeto tem estado nas ilhas de Santo Antão, numa parceria com o Ministério da Agricultura, a fazer testes ligados à agricultura. Também, na ilha do Maio, em parceria da Câmara Municipal, o SPD -Drone project está sendo utilizado para a desinfeção da lixeira.

Por sua vez, o Gilera Cheio é um aplicativo de comércio eletrónico, voltado para o mercado étnico e que presta serviços de vendas online e entrega a domicílio de produtos e serviços, principalmente para ajudar mulheres idosas em tempos de pandemia.

O lançamento da revista Africa Innovates aconteceu esta terça feira, 22, no âmbito das comemorações dos 75 anos das Nações Unidas, e a mesma se propõe a ser uma plataforma para contar as histórias mais fortalecedoras sobre jovens promessas da África. A par da revista, será apresentado o site Influenciadores Africanos para o Desenvolvimento.

As duas soluções tinham sido apresentadas durante o Lab Open Day, iniciativa do Accelerator Lab do PNUD, um fórum aberto para inovadores e empresários na área das tecnologias e que visa fomentar e compartilhar novas ideias.

O evento contou com oradores de alto nível e parceiros estratégicos como o Banco Europeu de Investimento - com quem o PNUD está a trabalhar no apoio à inovação em África.  Ainda durante o evento, alguns dos jovens inovadores falaram sobre políticas e ações necessárias para imprimir velocidade e escala na busca de soluções em todo o continente.

De referir que esta não é a primeira vez que iniciativas nacionais ligadas à prevenção e combate à pandemia da Covid19 são reconhecidas internacionalmente. Em maio passado, a plataforma Comvida foi avaliada e colocada no mapa das melhores inovações tecnológicas a nível mundial para o combate ao COVID-19, pela plataforma de Startup e Inovação Tecnológica StartupBlink, numa avaliação conjunta com a Health Innovation Exchange (HIEx) do UNAIDS e da Agência de Inovações de Moscou.  A nível do continente africano, a plataforma consta da lista das dez primeiras iniciativas, sendo a primeira a nível dos PALOP.

Comvida é uma plataforma oficial do Governo de Cabo Verde de processamento de informação e comunicação, monitorização e gestão de diversos eventos decorrentes da pandemia, desenvolvida através de uma parceria público-privado, sob a liderança e coordenação técnica do Núcleo Operacional da Sociedade de Informação, e com apoio do PNUD, através do Accelerator Lab, e do Instituto Nacional da Saúde Pública.

 

 

 

Escrito por
Autor
Natacha Magalhães
Analista de Comunicação do Escritório Conjunto do PNUD/UNFPA/UNICEF
PNUD
Analista Comunicação JO
Entidades da ONU envolvidas nesta atividade
PNUD
Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento