Em resposta à COVID-10 PNUD estabelece parceria solicidária com a Sociedade Caboverdiana de Música

Esta parceria permitirá a reabertura do Fundo Social que visa minimizar os impactos da COVID-19 no sector

Através de uma parceria solidária estabelecida entre o PNUD Cabo Verde a Sociedade Cabo-verdiana de Música – SCM Cooperativa, que tem por missão garantir a proteção social dos seus membros, será reaberto o Fundo Social, que no contexto da pandemia, surge com o objetivo primário de contribuir para mitigar o impacto de COVID-19 na vida dos profissionais da música, um dos sectores amplamente afectado desde o inicio da pandemia. 

Esta iniciativa, surge no quadro de uma resposta global do PNUD à COVID-19 no país, que abrange vários sectores da esfera económica e social, que para o projecto especifico, disponibilizou através  dos seus fundos regulares, o montante de 1.000.000,00 (um milhão de escudos), que irá ser alocado  aos  autores, intérpretes, músicos, executantes e demais titulares de direitos do Sector Musical.

Neste sentido, e dando continuidade ao processo em curso, decorreu uma reunião entre Chefe do Escritório Conjunto do PNUD, UNICEF e UNFPA, Opia Kumah, e a Presidente da Sociedade Cabo-verdiana de Música - SCM, Solange Cesarovna, onde foram discutidas e aprofundadas as reflexões sobre como as duas instituições poderão reforçar as suas relações no quadro da cooperação e dos esforços nacionais para minimizar  os efeitos económicos da atual crise no sector, e de como esta agencia poderá acompanhar a retoma da actividades culturais, que geram rendimentos aos criadores e executores.

Neste encontro, a SCM, atarvés da sua presidente Solange Cesarovna, apresentou de forma detalhada a missão da instituição, não só no que tange a gestão coletiva dos direitos patrimoniais e morais de pessoas que atuam no domínio da música, mas também na defesa daquilo que é considerado um dos maiores patrimónios imateriais de Cabo Verde, a sua música. A presidente da SCM mostrou também os efeitos devastadores que esta crise tem tido no domínio da música, onde referiu que a SCM já recebeu mais de 200 pedidos de ajuda de seus membros para fazer face à situação económica que enfrentam devido a falta de actividade.

Neste contexto, o PNUD, através do seu representante, Opia Kumah, anunciou que para além da actual pareceria solidária ainda apoiará a instituição na promoção e facilitação do acesso à Plataforma de crowdfunding UNIDO, www.unido.cv através da qual poderão mobilizados fundos de empresas do setor privado, da diáspora cabo-verdiana, instituições de caridade, indivíduos - cidadãos ou “amigos de Cabo Verde” estrangeiros que desejam apoiar a luta contra o COVID-19 e minimizar os seus impactos no rendimento das pessoas. Para além disso ainda irá apoiar na promoção e facilitação do acesso do setor informal e das pequenas e médias empresas, a vários programas de formação para a capacitação e a resiliência dos atores.

No encontro ainda foi analisada a possibilidade, de no quadro do Programa Plataformas para o Desenvolvimento Local e os Objectivos 20/30 em Cabo verde,  integrar a SCM nas referidas plataformas  existentes em todos os conselhos do país e explorar  a possibilidade do PNUD contribuir  no desenvolvimento do sector e dos próprios criativos do projeto Emprego, Empregabilidade e Inserção e ainda a estudar a possibilidade de, através do Projecto Fundo de Descentralização, impulsionar projetos ligados à música.

 

 

 

Entidades da ONU envolvidas nesta atividade
PNUD
Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento