Cabo Verde Ambição 2030 Apresentação da Agenda Estratégica de Desenvolvimento Sustentável de Cabo Verde

INTERVENÇÃO DA COORDENADORA RESIDENTE POR OCASIÃO DA APRESENTAÇÃO DA AGENDA ESTRATÉGICA DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DE CABO VERDE

Encontramo-nos num momento de enormes desafios para o desenvolvimento sustentável. Biliões de pessoas continuam a viver na pobreza e muitos mais correm o risco de cair em extrema pobreza, em virtude desta crise global.

Persistem enormes desigualdades e disparidades de oportunidades, riqueza e poder. A desigualdade de género continua a ser um desafio fundamental. O desemprego, particularmente entre os jovens, é uma grande preocupação. Ameaças globais de saúde, desastres naturais mais frequentes e intensos, extremismo, mensagens de intolerância e crises humanitárias ameaçam reverter grande parte do progresso do desenvolvimento feito nas últimas décadas. O esgotar dos recursos naturais e os impactos negativos da degradação ambiental e mudança climática é um dos maiores desafios do nosso tempo.

A pandemia do COVID-19 expos inúmeras fragilidades em muitos países – desde as desigualdades sistémicas de natureza diversa, a inadequação de sistemas de saúde e falta de cobertura de proteção social para os que mais dela necessitam.  

As sociedades, economias e acima de tudo as pessoas, em particular os mais vulneráveis, estão a pagar um preço muito alto perante estas

fragilidades. Esta pandemia não só coloca novos desafios ao alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis como ameaça inverter progressos já alcançados

Mas esta pandemia é também uma oportunidade renovada.

Ao longo da última década Cabo Verde tem feito progressos notáveis ao nível do desenvolvimento humano, não obstante os desafios existentes, agora agravados pelo contexto que vivemos.

O Governo de Cabo Verde respondeu prontamente com várias medidas que em muito tem contribuído para minorar o impacto imediato da crise nas pessoas.

O país está agora a lançar a sua estratégia de resposta a curto prazo e simultaneamente a sua visão e Ambição rumo a 2030.

Esta e uma oportunidade única para reconstruir melhor, lançando as bases para uma transição justa e sustentável para um novo contrato social para os próximos anos.

A Ambição 2030, que se quer como desígnio nacional o mais inclusiva e consensual, e uma oportunidade de corrigir desigualdades entre e dentro de cada ilha e acelerar uma transição mais equitativa - seja para a energia renovável, sistemas alimentares sustentáveis, com mais igualdade de género e empoderamento das mulheres e meninas, redes de segurança social mais fortes, cobertura universal de saúde – suportados por um sistema internacional mais solidário e eficaz.

E também nos momentos de crise que temos de ser mais solidários, não obstante os desafios internos com que todos os países se deparam.

Senhor Primeiro Ministro, Excelência

Como os demais Pequenos Estados Insulares, Cabo Verde regista ainda muitas vulnerabilidades. E importante a realização de uma análise cuidada do impacto social e económico desta pandemia, ainda bastante imprevisível, para melhor construir a sua resiliência.

Em termos de visão estratégica e planificação o país está bem posicionado. Ainda no início deste ano foi concluído o exercício altamente participativo, com todos os parceiros nacionais e internacionais, e que permitiu a identificação de cinco áreas estratégicas com o potencial de acelerar o progresso do País em vários ODS.

A avaliação de impacto da crise adveniente do COVID 19 está já a decorrer, com o apoio das Nações Unidas e outros parceiros comprometidos com Cabo Verde. Desta análise virão mais elementos que permitirão calibrar a resposta a curto e medio prazo e melhor fundamentar a Ambição 2030.

Mais do que nunca, as prioridades de sustentabilidade econômica, social e ambiental e as suas interligações, são um imperativo para a sobrevivência do planeta e das gerações vindouras.

Cabo Verde e um país resiliente com uma história, cultura e diversidade riquíssima, uma trajetória de desenvolvimento notável e com a ambição de atingir o pleno desenvolvimento sustentável.

É esta ambição que impulsionou o progresso até a data e será esta ambição que fara com que todos os cabo-verdianos, de mãos dadas com os parceiros amigos desta grande pequena nação, consigam ultrapassar os desafios para a construção de um futuro melhor.

As Nações Unidas têm acompanhado o país, numa parceria muito estreita ao longo dos quase 45 anos de independência. Continuaremos ao lado de Cabo Verde durante esta década de ação, para que a Ambição 2030 seja uma realidade para todos e em particular para tocar a vida daqueles que ainda estão mais atras.  

Muito obrigada

 

Entidades da ONU envolvidas nesta atividade
ONU
Organização das Nações Unidas