Ambiente - Formação em Avaliação de Necessidades Pós-desastre

Formação para técnicos nacionais envolvidos processos de gestão de riscos de desastres, planeamento, intervenções pós-desastres

Técnicos nacionais provenientes de setores chave, com algum envolvimento em processos de gestão de ricos de desastres, planeamento, intervenções pós-desastres e recuperação, como os da Proteção Civil, Forças Armadas, representantes das Câmaras Municipais, Universidade de Cabo Verde entre outros, estão a participar desde ontem, 18 de março, numa ação de formação em Avaliação de Necessidades Pós-desastre.

Esta capacitação, apoiada pelo PNUD e pela Cooperação Luxemburguesa, está enquadrada no projeto “Capacitação para recuperação resiliente - Fase 2” e tem como objetivo principal, o reforço de capacidades nacionais em planeamento e gestão de processos de recuperação pós-desastre, de forma a reforçar a resiliência e a integrar a redução de riscos de desastres dos processos de planificação e implementação de políticas.

Quer-se especificamente que os formandos possam conduzir de forma integral um processo de avaliação de necessidades pós-desastre e planeamento da recuperação, com particular incidência ao perigo de seca, bem como, promover a institucionalização de uma metodologia e procedimento standard para as avaliações pós-desastre com base na adequação das metodologias de Avaliação de Necessidades Pós-desastre ao contexto nacional e perfil de riscos de Cabo Verde.

Para Maria Celeste Benchimol, especialista do Programa Energia, Ambiente e Mudanças Climáticas, trata-se de um projeto que, para além desta, tem outras atividades como a da operacionalização da estratégia de gestão de riscos e desastres. Ainda ressaltou que este projeto faz parte de um pacote regional que cobre outros países da África como Burkina Faso e Níger, o que pode trazer possibilidades de intercâmbios e troca de experiências.

Entidades da ONU envolvidas nesta atividade
PNUD
Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento